Search

Multilinguismo, Bilinguismo, Plurilinguismo: Entenda as Diferenças


Desde que a educação bilíngue começou a se popularizar no Brasil, há alguns anos atrás, e a tecnologia revolucionou o aprendizado nas escolas e demais instituições de ensino, novos termos e conceitos surgiram no ambiente acadêmico. Sendo assim, é normal que apareçam dúvidas sobre o assunto, não só entre as famílias mas também entre os educadores e profissionais da área.


Hoje vamos conversar um pouco sobre multilinguismo, bilinguismo e plurilinguismo, três termos importantes que, apesar de parecidos, abordam a linguagem sob diferentes aspectos, e compreender suas peculiaridades é fundamental para entender o cenário da educação atual.


Multilinguismo


Podemos definir como multilinguista um ambiente - comunidade, região, estado, etc. - onde os falantes dominam várias línguas, e as mesmas se influenciam através das interações entre os membros. A princípio, alguns países que logo vem à mente são Bélgica, Canadá e África do Sul.

Se considerarmos o Brasil, por exemplo, é fácil pensar que o único idioma falado no território é o português, uma vez que essa é a nossa língua oficial segundo a Constituição. Entretanto, a realidade é bem diferente: inúmeros dialetos indígenas ainda estão presentes dentro das comunidades nativas, que continuam perpetuando sua cultura através das gerações.


Temos, também, a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), reconhecida por lei em 2002 como meio legal de comunicação e expressão. Por fim, existem as várias cidades e territórios que fazem fronteira com outros países e onde os cidadãos precisam dominar mais de um idioma a fim de conseguir interagir.


Assim, podemos concluir que o multilinguismo vai muito além da oficialidade de um idioma e que, dentro do contexto global em que nos encontramos no século XXI, é difícil encontrar um país verdadeiramente monolinguista.


Bilinguismo


A princípio, a definição geral de uma pessoa considerada bilíngue seria a de alguém capaz de falar dois idiomas como língua materna. A questão, porém, é um pouco mais complexa.


Existem vários tipos de bilinguismo, e dentro do meio teórico podemos destacar três:


  • Aditivo: quando o falante adiciona um outro idioma além de sua língua materna e, apesar de não precisar abrir mão da mesma, as duas línguas não interagem entre si.

  • Subtrativo: quando o falante adiciona um outro idioma à sua língua materna, mas um deles perde importância - em geral, isso ocorre quando uma língua é considerada mais prestigiosa que a outra.

  • Dinâmico: quando o falante usa o outro idioma e também a língua materna para se comunicar e compreender os meios e espaços culturais através da linguagem.



Dentro do ambiente educacional, vemos que essa última definição é a que mais se encaixa nos objetivos das escolas e instituições, que buscam formar indivíduos capazes de utilizar os mais variados recursos que estão à disposição para interagir e se comunicar, sendo agentes transformadores do mundo.


Plurilinguismo


Podemos definir plurilinguismo como a situação onde uma pessoa domina mais de um idioma além de sua língua nativa, sendo capaz de utilizá-las para se comunicar ainda que não as domine completamente. Em outras palavras, não é necessário que a pessoa seja fluente em todas ao mesmo tempo para que haja comunicação.


Um falante plurilinguista consegue utilizar diferentes recursos dentro da sociedade sem que haja um detrimento de um idioma em relação ao outro, encorajando a tolerância e respeito às diversidades linguísticas.


E o como fica o Geppetto nesse contexto?


Agora que conseguimos entender melhor as diferenças entre multilinguismo, bilinguismo e plurilinguismo, podemos compreender a importância de utilizar esses termos corretamente e sua relevância para a educação.



Com a plataforma híbrida do Geppetto, os professores conseguem transformar o ensino da língua inglesa no ambiente bilíngue, estimulando os alunos a se comunicar no idioma através do contexto lúdico, flexível e digital dos jogos. Através do Geppetto, os alunos podem ver as diferenças culturais do inglês falado por pessoas de diferentes nacionalidades, promovendo o respeito às diversas culturas.



A plataforma Geppetto é um mundo virtual online recheado de jogos digitais e atividades lúdicas para crianças e adolescentes aprenderem inglês no seu ritmo, com tecnologia adaptativa e inteligência artificial.


Você ficou curioso para conhecer mais sobre a plataforma Geppetto e também acompanhar continuamente o aprendizado dos seus alunos de maneira fácil e intuitiva?! É simples, rápido e fácil testar gratuitamente na sua escola!

Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro dos lançamentos do Geppetto.

Inscrição realizada com sucesso!