Search
  • Alessandra Souza

Qual é o tipo de ensino híbrido ideal para sua escola?

As medidas de isolamento social para adequação às regras sanitárias exigiu a adaptação emergencial das escolas com fechamento das sedes físicas em 2020. Agora em 2021, a reabertura das escolas ainda traz muita incerteza para educadores e famílias. A resposta à essa nova realidade demanda olhar para estratégias já consolidadas, como o ensino híbrido, para apoiar a continuidade do processo de ensino-aprendizagem de uma forma mais flexível e conectada com as novas demandas.


Em contraste com o ensino remoto emergencial, o Ensino Híbrido é uma estratégia de enriquecimento do aprendizado ativo a qual combina momentos síncronos de troca de conhecimento em sala de aula com momentos de ensino online em que prevalece a autonomia do aluno. No ensino online, o aluno determina o melhor momento, local e o ritmo de estudo para realização das atividades educacionais. Não se deve confundir essa estratégia com a transmissão de aulas presenciais a alunos à distância - no Ensino híbrido, o momento presencial e virtual tem objetivos claros e distintos.


Há três principais abordagens do ensino hibrido e cada uma delas possui características únicas e demandam adaptações a serem feitas na realidade da escola.

1. Modelo Rotacional

No modelo rotacional a turma é dividida em grupos que irão se organizar em estações de trabalho. Nesse modelo algumas estações podem ser físicas, no espaço da escola, e outras virtuais. Cada grupo pode abordar o mesmo tema a partir de experiências e perspectivas diferentes aproveitando ao máximo das ferramentas disponíveis na estação. É uma ótima opção para aplicação de metodologias baseadas em projetos onde alunos podem atacar problemas de pontos de vistas diferentes como pesquisa, leitura, prototipação, criação, experimentação e simulação. Os grupos podem passar por todas as estações, ou apenas algumas delas. Também podem compartilhar com os outros grupos os progressos feitos em sua estação. A escolha das estações também pode ser alinhada aos diferente tipos de inteligência e perfil dos alunos - eles podem ser estimulados a escolher que estação preferem trabalhar. Nesse modelo, o professor não assume o papel de transmissor do conhecimento. O professor assume a função de arquiteto da experiência de aprendizagem definindo as regras, ferramentas e objetivos do aprendizado em cada estação, além de facilitar e apoiar os alunos no processo.




2. Modelo Virtual Enriquecido


No modelo virtual enriquecido toda a sequência didática é feita de maneira assíncrona e as interações presenciais têm o objetivo de enriquecer e consolidar o aprendizado. Por exemplo, o encontro presencial é direcionado para a prática de conversação nos cursos de idiomas virtuais. Já nas especializações à distância, os encontros presenciais são focados na orientação individual.


Esse modelo reduz expressivamente o volume de carga horária presencial e geralmente é aplicado como solução para estudantes mais maduros, a partir do ensino-médio.




3. Modelo Sala de Aula Invertida


Nesse modelo, o aluno possui acesso às informações sobre o conteúdo pedagógico e as atividades educacionais anteriormente ao encontro presencial com professores e demais alunos. Esse momento é chamado de assíncrono. Os alunos são incentivados a realizar atividades de pesquisa e análise previamente, nos momentos assíncronos. O momento da sala de aula, também chamado de síncrono, é utilizado para práticas mais livres, exposição das pesquisas e projetos, atividades em grupo (debates) e apoio à dúvidas. Esse modelo também faz parte do arcabouço de metodologias ativas ao estimular a autonomia do aluno que deve ser o condutor do seu próprio processo de aprendizagem durante a fase assíncrona.


Esse modelo também potencializa a experiência no momento síncrono dado que os alunos agregam o conhecimento adquirido previamente e transformam o momento da sala de aula com maior participação, exposição de pontos de vista e consolidação do aprendizado.




A plataforma Geppetto é um mundo virtual online recheado de jogos digitais e atividades lúdicas para crianças e adolescentes aprenderem inglês no seu ritmo, com tecnologia adaptativa e inteligência artificial.


Você ficou curioso para conhecer mais sobre a plataforma Geppetto e também acompanhar continuamente o aprendizado dos seus alunos de maneira fácil e intuitiva?! É simples, rápido e fácil testar gratuitamente na sua escola!


Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro dos lançamentos do Geppetto.

Inscrição realizada com sucesso!