top of page
Search

Desmistificando a avaliação: avaliação estruturalista vs. avaliação formativa

Medir a proficiência dos estudantes em determinado conteúdo não é essencial apenas para a aferição do seu desempenho, como propõe Luckesi [1], mas também porque funciona como um termômetro para a prática pedagógica, tendo em vista que o professor se caracteriza como agente de mediação no contexto de ensino-aprendizagem, como destaca Scaramucci [2]. Ao fim e ao cabo, a avaliação é uma via de mão dupla, daí nossa tentativa de desmistificar a avaliação e apresentar propostas para repensar a aferição de desempenho nas escolas da era digital.


Como sabemos, há diversas formas de verificar os níveis de aprendizagem em sala de aula. No entanto, chamaremos a atenção para a avaliação estruturalista, porque ela pouco considera a dinamicidade da sala de aula, já que é comumente concebida como um ambiente estático. O modelo mais comum desse tipo de avaliação é a aplicação de provas e testes que pouco exigem que o estudante exercite seu caráter reflexivo-crítico, arbitrários e formalmente impostos.



Independente da disciplina, os métodos avaliativos são historicamente similares, já que tradicionalmente adotados pelas escolas, ainda hoje, o modelo avaliativo estruturalista recebe destaque como principal ferramenta de medição de desempenho. Isso porque, a cultura escolar ainda responde de modo tradicional às necessidades dos alunos nas diversas etapas do letramento, prejudicando a dimensão educativa da avaliação.


No entanto, com o advento da tecnologia e sua inserção no ambiente acadêmico provocou-se novas formas de pensar, sobretudo a respeito da avaliação. Podemos notar que houve uma mudança do ambiente escolar com a inclusão digital, o que influenciou o magistério à reflexão de novas perspectivas de avaliação que considerasse, portanto, o rendimento do estudante a longo prazo, não apenas seu desempenho em um único instrumento que funcionava como uma resposta aos alunos no ensino tradicional. Como se fosse uma sentença condenatória, ou um lembrete ao estudante de seu mau desempenho.


Segundo Scaramucci [3], “(...) a avaliação ainda é tratada de forma marginal e periférica, restrita à função classificatória e promocional, apesar do reconhecimento do poder que a envolve”. Ainda, para essa autora, a avaliação deve ser pensada como ponto de partida e não de chegada. Sendo assim, os objetivos devem ser traçados a partir disso e não o contrário.


Dito isso, para alcançar o conceito de “impacto sistêmico” da autora [4], isso é, uma mudança consciente da cultura escolar, deve-se repensar novos modelos de avaliação. Provocar a inversão deste cenário ainda é um desafio, já que muitos formadores foram ensinados pela tradição. Tal provocação exige primeiro uma reflexão do professor.


Já a avaliação formativa, por vezes secularizada no sistema educativo, possui um papel importante, sobretudo no que diz respeito ao acompanhamento do desempenho e rendimento do estudante. A prática exige do docente uma observação contínua do estado do discente. A tecnologia trouxe mais ferramentas digitais educacionais facilitadoras no contexto acadêmico que agora atendem às demandas dos professores, sobretudo, para apoiar o acompanhamento do aluno. Portanto, a incorporação de soluções educacionais digitais deve ser vista como a implementação de ferramentas aliadas do formador, pois oferecem suporte inclusive na prática da avaliação pedagógica.

[1] LUCKESI, Cipriano Carlos, Avaliação da aprendizagem escolar, São Paulo, Cortez Editora, 1996. [2] SCARAMUCCI, M. V. R. O professor avaliador: sobre a importância da avaliação na formação do professor de língua estrangeira. In: ROTTAVA, L; SANTOS, S. R. (Org.) Ensino-aprendizagem de línguas: língua estrangeira. Coleção Linguagens, Ijuí: Editora da Unijuí, 2006. p. 49-64. [3] Ibidem [4] Ibidem




A Geppetto é uma solução completa de inglês para engajar as novas gerações. Com a Geppetto, a sua escola adota as melhores práticas do ensino de inglês com jogos e gamificação, aprendizagem ativa e adaptativa, além de avaliação da aprendizagem. Tudo que a escola, estudante e pais precisam em um só lugar.


Você ficou curioso para conhecer mais sobre a Geppetto e também acompanhar continuamente o aprendizado dos seus alunos de maneira fácil e intuitiva?! É simples, rápido e fácil testar gratuitamente na sua escola!



Comments


bottom of page